terça-feira, 2 de abril de 2013

MENTIROSO SEM VERGONHA




Ao contrário do que acusa, a foto de meu perfil sempre foi verdadeira e era frontal, passei a usar esta atual, também verdadeira, e nesta posição, devido o protestante pornográfico “Frei Tuck” ter usado a minha foto anterior frontal em colagens pornográficas por simples vingança, com ódio de nossas refutações que destroçam quimeras protestantes.

Para que nenhuma lorota do linguareiro juvenil Lucas Banzoli, que se acha “teólogo” passe em branco, vou detonar primeiro todas as lorotas que ilustram seus ataques pessoais a mim. Depois o brilhante Rafael Rodrigues implodirá o lixo que ele copiou de sites sem crédito para forjar sua pretensa contra refutação ao que lhe refutamos sobre São CiprianoPerturbado pela nossa refutação e chamando de “criança” a mim que tenho idade de ser seu pai, caluniava:



1.ª falsidade - “Já esta criança que me acusa, de tão cínico e falso que é, e de tantos fakes que tem, ficou conhecido na internet como “Fakenando Nascimento”, dada a devida quantidade de fakes e perfis falsos criados por ele, além de que em seu perfil não há uma única foto dele. Por sinal, ele tem na página principal dele uma foto de um indivíduo sentado numa cadeira de costas, virado para a tela de um computador. Todos pensavam que era uma foto verdadeira deste impostor, até descobrirem que ele havia copiado esta foto que estava no Google!”



Resposta - Não precisamos acusar o Lucas de cínico e falso, isso todo mundo já sabe que ele é, e ficará mais patente ainda quando você acabar de ler mais esta refutação. Quanto ao que ele fala da foto de meu perfil: Pura Lorota! Este sou eu sim, Fernando Nascimento e ponto final. Pagaremos R$ 10.000.00 ao grande mentiroso Lucas Banzoli se ele provar que este da foto não sou eu. Pagaremos também mais R$ 10.000,00 para o Lucas citar os nomes e RGs das pessoas que ele diz que “descobriram” que a pessoa da foto citada não sou eu. Falar papagaio também fala, quero ver escrever. Parece que o Lucas além de perder de ganhar R$ 20.000,00 vai arder no inferno como mentiroso de fazer inveja ao Diabo.


Fernando Nascimento, em
foto de Bruno Travassos
Ao contrário do meliante Lucas Banzoli tenho usado foto e nome reais no meu perfil. Já o dissimulado Lucas se esconde atrás do escudo do São Paulo F.C., como fake que é de fato. Confira isso antes que ele desonestamente apague:

BUSCAR NO ORKUT - LUCAS BANZOLI
Para o caso de o engraçadinho apagar, já temos salvo na foto abaixo à esquerda:


E pensar que o Lucas cara de pau, do nariz também de pau, dizia a meu respeito:



2.ª falsidade - o sujeito não tem nem a vergonha na cara de mostrar o rosto, se omite do público com fakes e plagia fotos encontradas em qualquer lugar da internet pra fazer de conta que é dele! E com todo este verdadeiro festival de dissimilações (sic) e falsidades típicas de Fakenando Nascimento, o cidadão ainda vem na maior cara de pau caluniar a mim, que sempre fui honesto, nunca tive fakes, nunca usei outros nomes nem outras contas, nunca fui pescar uma foto no Google pra fingir que é minha. É dose ter que ficar debatendo com um indivíduo tão baixo, que só sabe jogar sujo do início ao fim, assim como o pai dele, que é o “pai da mentira” (Jo.8:44).”

Resposta - Descobrimos ainda que o mentiroso Lucas Banzoli protestante, de São José dos Pinhais, (ver perfil fake acima), possui ainda outro perfil fake onde se declara “budista”, natural da cidade do “Vaticano”, “autoritário ao extremo”, “fumante” e cachaceiro “excessivo”. Ele mesmo declara ali: “OBS: FAKE NUMBER 2”, observe que ele coloca neste perfil a foto de duas pessoas distintas para ninguém saber quem é ele. confira:

BUSCAR NO ORKUT - LUCAS BANZOLI

Posto a foto do outro perfil fake do mentiroso:

O dissimulado filho do “pai da mentira” já sabemos quem é de fato, também sabemos que ele, como todo mau protestante, adora fazer uso da máxima lenista que diz: “Xingue-os do que você é. Acuse-os do que você faz.” Por isso o farsante não ousou sequer comentar este meu artigo entre suas lorotas:

FIM DA FARSA - O MARTELO DA MENTIRA

Veja todos os perfis fakes do meliante Lucas que sempre se declara ser de lugares diferentes:


O fajuto “teólogo” Banzoli, que nada sabe de patrística, diante de nossa refutação a seus embustes sobre São Cipriano, foi desesperado pedir arrego ao cascateiro site protestante “e-cristianismo” onde dizia: “Sou evangélico e administrador do site "apologiacrista.com", ao invés de budista como está em um de seus perfis fakes de praticar atentados. Confira nos comentários desta página:

Ao contrário do que acusa o Lucas, a foto de meu perfil sempre foi verdadeira e era frontal, passei a usar esta atual também verdadeira e nesta posição, devido o protestante pornográfico “Frei Tuck” ter usado a minha foto anterior frontal em colagens pornográficas por simples vingança, com ódio de nossas refutações que destroçam quimeras protestantes.

A foto do meu perfil, foi feita pelo meu amigo de trabalho Bruno Travassos, e nunca foi pescada do Google coisa nenhuma, como calunia o embusteiro Lucas Banzoli que como já havíamos dito, deveria chamar-se Lucas Cata (Lu CasCata), pelas cascatas que publica na internet por simples ódio cego ao catolicismo. Ele sequer sabe que a palavra “heresia” é um termo católico para denominar certo ato de hereges que se portam como ele.

RABO DE SETA BALANÇANDO...

Chama à atenção a predisposição desse juvenil e raivoso exemplar protestante em forjar mentiras nadando nas próprias divagações anti-históricas e infundadas. Dizia a meu respeito com seu rabo de seta balançando:

3.ª falsidade - “(...), e de tantos fakes que tem, ficou conhecido na internet como “Fakenando Nascimento”, dada a devida quantidade de fakes e perfis falsos criados por ele, além de que em seu perfil não há uma única foto dele.”

O raivoso apelido fraco e impróprio para mim que só uso um perfil, só existe nas asneiras que escreve o Lucas com seus diversos perfis fakes.  Vejam que ele caluniou que tenho “perfis falsos” e provou o contrário não sendo capaz de indicar nenhum. Mentiroso se freia assim.

Cego pelo ódio afirma: “em seu perfil não há uma única foto dele.” - Puro embuste! Há anos no álbum do meu perfil de Orkut, consta uma foto junto a meu nome e outra foto minha junto a foto de Pedro Marques quando produzimos uma escultura do “Eddie”, mascote da banda Iron Maiden.

Basta clicar no link abaixo do meu álbum, para o longo nariz do Lucas crescer ainda mais:

ORKUT - IMAGENS

Caso não consiga acessar, esta é a foto legendada, disponível há anos para todos no meu álbum. Eu apareço no detalhe superior.

Todo este festival de lorotas do Lucas contra minha pessoa, era só a locomotiva de um trem recheado de lorotas, blefes e sofismas que ele escreveu tentando passar por “contra refutação” do que lhe refutamos sobre São Cipriano.

"Eddie", por Fernando Nascimento 
e Pedro Marques
O sujeito quando descobriu que estava mais uma vez mentindo ao afirmar com todas as letras que eu era o dono do Blog Cai a Farsa, Blog que nunca fui dono nem nada lá postei, tratou logo de me agredir de outro modo dizendo: “é uma atitude de fujão, de traficante que quando vê que a polícia está chegando diz que “não é o líder do tráfico”.

Ora, Jesus ensinou: “... da abundância do seu coração fala a boca.” (Lucas 6,45), logo a boca do Lucas Banzoli está mostrando quem ele é.

Logo o Lucas Banzoli também acha que Jesus agiu como um “fujão”, “traficante” e “líder de tráfico” pois Jesus não escreveu nenhuma palavra na Bíblia,  sendo a Bíblia onde mais há palavras de Jesus. Para falar tamanha asneira o Banzoli ignorou que todos os meus artigos são devidamente assinados, o Blog Cai a Farsa é só um dos blogs que publica meus artigos sob autorização. Meu blog pessoal é o Fim da Farsa.

Lucas, o juvenil mentiroso que se acha “teólogo”, bem que tentou inflar seu ego, sentado em cima de um espinhoso curso de jornalismo, ou seja, para ser jornalista ou mentiroso, ninguém precisa de diploma. BUM! Pois o STF derrubou a exigência de diploma para exercício da profissão de jornalista.
No Brasil o relator do processo que derrubou a exigência do diploma para exercício da profissão de jornalista, o presidente do STF, Gilmar Mendes, concordou com o argumento de que a exigência do diploma não está autorizada pela Constituição. Para ele, o fato de um jornalista ser graduado não significa mais qualidade aos profissionais da área. 
"A formação específica em cursos de jornalismos não é meio idôneo para evitar eventuais riscos à coletividade ou danos a terceiros".

O meliante bradava que não fomos a seus hilários blogs e sites responder seus embustes, mas como de praxe omite que fomos lá responder e ele deletou tudo, ou não publicou nossas respostas.

O Cidadão identificado como “Fé pela Razão” também teve os posts excluídos e foi banido pelo Lucas em 12 de junho de 2011 ás 16:41 e escreveu em protesto contra o bravateiro Banzoli: 

Lucas Banzoli, tu és o maior enrolador da internet. Libera para eu escrever no teu site para ver se eu não acabo com você. Quando você se viu perdido, bloqueou-me. Coisa de perdedor.”

Logo depois de concluirmos nossa refutação a seus embustes sobre São Cipriano, postamos no seu blog o anuncio do fim de suas lorotas e o respectivo link de nossa refutação. Ele malandramente excluiu o post, voltando a tocar no assunto só bem mais tarde porque foi insistentemente 
acossado pelo seu fã-clube de ludibriados a ter que se explicar. Aí ele forjou um balaio de bravatas e os enganou fingindo nos ter contra refutado, sem ter refutado nada.  Essa é a verdade, ele filtra e barra os nossos comentários em seus sites e blogs com medo de passar vergonha diante dos que 
ilude. Portanto, o blefe dele é semelhante ao latido melancólico de um acuado cachorrinho de quintal. Desde então não mais perderei mais tempo indo a seus blogs e sites, refutarei seus embustes nos nossos.

Seu longuíssimo embuste sobre a mortalidade da alma foi detonado com um texto curto aqui:

FIM DA FARSA - A LENDA DA IMORTALIDADE DA ALMA

se pensa que precisaríamos refutá-lo com um texto gigantesco, digo-lhe que não preciso ter mais de cem pés para esmagar uma centopeia mentirosa. Suas sandices foram baseadas em más traduções da eterna revisada bíblia de João Ferreira, os protestantes a revisaram novamente e ele ficou chupando dedo.

Todos os veteranos embusteiros protestantes de nossos dias foram devidamente refutados no nosso Blog ‘Fim da Farsa’, ou calaram envergonhados, ou morreram mudos, confira:

Refutação ao falso documentário O Estado do Vaticano
Desmascarando o Rev. Hernandes Dias Lopes
Resposta Católica à Rede Record

As mentiras protestantes sobre Padre Cícero – Refutadas


O Lucas por ser ainda um embusteiro juvenil e inexperiente que não zela pela própria cara, é o único que depois de também refutado, que ousa postar umas lérias em nada nos contra refutando, mas com reles intuito de nos agredir por vingança, bravateando-se e fazendo uso das mais descabidas mentiras como as já vistas acima.

De todas as suas lorotas essa foi a mais hilária:

4.ª falsidade - “A MSR - MSR é a abreviação de uma falida e decadente comunidade católica no falido e decadente Orkut. De tão intolerante e preconceituosa que é contra os protestantes, ela foi deletada pelo Orkut, mas o seu dono a recriou alguns dias depois. Hoje conta com míseros 170 participantes (mas de participantes ativos não passa de meia dúzia) (3), sendo um de seus moderadores o pimpolho que estamos tratando aqui (portanto, já deu pra ver o nível dessa comunidade).”

Respondendo: a MSR (Mentira em Sites Religiosos) ativa no Orkut, nunca foi “intolerante e preconceituosa”, mas letal contra as mentiras que se vendem como religião, para isso fundamenta-se em documentos e provas incontestes. Nunca foi “deletada” pelo Orkut, mas sabotada e excluída após várias tentativas por hackers com intenções protestantes. Se fosse o Orkut que tivesse excluído a MSR, teria excluído também a igualmente letal comunidade MUSEU DA MENTIRA, co-irmã mais numerosa da antiga MSR, que tem hoje mais de 1.600 membros e que paralelamente guarda todos os tópicos da MSR e muito mais.

Se o Orkut tivesse excluído a antiga MSR, não teria permitido a abertura da nova MSR que tem o mesmo conteúdo da anterior que tanto tirava o sono dos protestantes desonestos. Os honestos muito nos agradeciam e até converteram-se ao catolicismo.

Para a infelicidade do Lucas e outros mentirosos protestantes, a tentativa de calar a MSR no Orkut só levou os apologistas católicos a espalharem na internet aberta uma grandiosa quantidade de blogs e sites super acessados como os Apologistas Católicos”, “Cai a Farsa”, “Diário Alexandrino”, “Dicionário da Fé com suas 1000 calúnias 
protestantes refutadas,Fim da farsa”, “Índice das Mentiras Contra a Igreja Católica e muitos outros que difundem ainda mais e principalmente o que tentaram em vão excluir da antiga MSR. Sozinho o site “Diário Alexandrino” do Cris Macabeus, que o Lucas blefando tentava desdenhar, supera de goleada os acessos do site “Apologia cristã” do 
aleivoso Lucas.

Ele não atentou que grande parte dos acessos a seu site, é devido fazermos questão de divulgar nos nossos, onde está a mentira que estamos refutando.

Chegou a hora de serrar de vez o nariz desse Pinóquio advogado do Diabo. Nossa refutação anterior a seus embustes sobre São Cipriano, continua de pé aqui no ‘Fim da Farsa’:



As demais lorotas que ele postou em seu blog como se fosse uma contra refutação a nosso artigo que o refutou, são cópias dos seguintes sites:

CACP – copiou a questão do concílio de Nicéia e do de Catargo de 418.

E-Cristianismo – Copiou as questões sobre São Cipriano, e outras coisas que formam mais da metade do texto dele.

Conhecereis a Verdade – Copiou as paradas sobre Pedro.

Acies Ordinata – Copiou a questão de Papas hereges.

Tudo Sobre o Papa Honório e Pascoal, foram do site sedevacantista e de um site da FSSPX. Ele não entende que um Papa pode ser herege sem afetar em nada a questão da infalibilidade, além de tudo ele nem ao menos sabe o que é infalibilidade.

Vejamos o que diz o dogma da infalibilidade papal:

“O Romano Pontífice, quando fala ex cathedra – isto é, quando, no desempenho do múnus de pastor e doutor de todos os cristãos, define com sua suprema autoridade apostólica que determinada doutrina referente à fé e à moral deve ser sustentada por toda a Igreja -, em virtude da assistência divina prometida a ele na pessoa do bem-aventurado Pedro, goza daquela infalibilidade com a qual o Redentor quis estivesse munida a sua Igreja quando deve definir alguma doutrina referente à fé e aos costumes; e que, portanto, tais declarações do Romano Pontífice são, por si mesmas, e não apenas em virtude do consenso da Igreja, irreformáveis.

[Cânon] Se, porém – o que Deus não permita -, alguém ousar contradizer esta nossa definição seja anátema.” (Denzinger 3074-3075)

Portanto, pelo que podemos observar, os pronunciamentos do Papa são infalíveis e irreformáveis somente quando este fala ex cathedra.  Não significa que os demais pronunciamentos não sejam dignos de prudente observação pelos fiéis, mas que por ponderada meditação de suas consciências alguns destes pronunciamentos podem não ser seguidos, uma vez que nem todos pronunciamentos do Papa são infalíveis e irreformáveis.

Papa Honório

O Papa Honório não foi condenado por quebrar a infalibilidade Papal quando se fala ex-cátedra. Ele jamais ensinou como dogma uma heresia na Igreja, mantendo assim a infalibilidade papal.

São Leão II declara que Honório foi condenado porque “não extinguiu, como convinha à sua autoridade apostólica, a chama incipiente da heresia, mas a fomentou por sua negligência” ( Denz.-Sch, 561.)

Ele foi condenado pela imprudência pessoal de cartas também pessoais onde não condenava o Monotelismo do patriarca ocidental Sérgio, ou seja a doutrina segundo a qual as duas naturezas de Cristo têm uma só vontade (a divina). 

O Concílio Vaticano I (1869-1870), confirmou que seu caso não quebrou a infalibilidade papal. O encontro ecumênico admitiu que aquele papa NÃO PRONUNCIOU NENHUMA DEFINIÇÃO DOGMÁTICA e que suas cartas continham não um ensinamento herético, mas apenas expressões que deviam ser consideradas AMBÍGUAS e IMPRUDENTES.

Papa Pascoal II

Durante o Pontificado de Pascoal II (1099-1118), o imperador Henrique V, tendo aprisionado o papa, dele extorquiu concessões e promessas. Recuperando a liberdade, Pascoal II hesitou por muito tempo em desfazer os atos que praticara mediante coação, mas acabou por fazê-lo. Esse Papa nunca foi condenado, muito menos quebrou a infalibilidade por ensinar heresia.

No Decretum de Graciano figura o seguinte cânon, atribuído a São Bonifacio mártir: “Nenhum mortal terá a presunção de arguir o papa de culpa, pois, incumbido de julgar a todos, por ninguém deve ser ele julgado, a menos que se afaste da fé.”  (Fonte: Pars I, dist. 40, cap. 6, cânon ― Si Papa ― Decretum de Graciano foi composto na primeira metade do século XII, provavelmente por volta de 1140.)
Isso acaba as pretensões do Lucas.

Ele desvirtuou totalmente o assunto das adulterações sobre os escritos de São Cipriano e foi pra longe disso, pois obviamente foi refutado no meu texto, aí tentou se sair com um texto totalmente prolixo e cheio de asneiras e adulterações, mais até isso vamos refutar para que esse mentiroso seja denunciado ao mundo.

No final da Segunda Guerra Mundial foi quando os nazistas mais fabricaram aviões para atacar os aliados. Os aliados, como vinham fazendo antes, não buscaram mais destruir as fábricas de aviões nazistas, mas as refinarias de combustível que faziam os aviões nazistas voarem. Deste modo os aliados anularam os nazistas e venceram a guerra. Do mesmo modo, vamos só detonar os sofismas usados pelo Lucas Banzoli, para destroçar de vez todo o seu paiol de lorotas, cortando-lhe de vez as asas de morcego.


Detonando sofisma 1

O Lucas malandramente insiste em ignorar que minhas citações de São Cipriano são do Harpel e não da tosca tradução inglesa protestante.

Para a triste infelicidade do Lucas, nossos protocolos e citações estão corretíssimos conforme o Hartel que citamos e também William A. Jurgens, editor e tradutor, de “A Fé dos Padres”, primeiro de três volumes, Collegeville, MN:. Liturgical Press, 1970, p 232. Ambas as fontes são anteriores ao uso popular da Internet. Digo isso porque o Lucas não passa de um simples usuário deste meio, sem qualquer aprofundamento sobre o que se aventura tagarelar.

O raivoso Lucas foi incapaz de imaginar que o texto citado por nós, poderia estar em outra carta de Cipriano, que não segue a numeração estabelecida pelo protestante Philip Schaff. E esse é o caso.

Somos obrigados a seguir a numeração de Schaff? Não! A nossa citação da Carta 59 ESTÁ CORRETA em outras traduções, só que na do Schaff, ainda que com uma inglesa tradução tosca, está na carta 54, confira:

"Com um bispo falso apontado para si, hereges, eles se atrevem sequer a navegar e realizar cartas de cismáticos e blasfemos para a cátedra de Pedro e à Igreja principal, em que a unidade sacerdotal tem a sua fonte; eles nem pensaram que estes são romanos, cuja fé foi elogiada na pregação pelo Apóstolo, e entre os quais não é possível a perfídia de ter entrada. "(Cipriano, Carta 54, 14 a Cornélio de Roma, c. AD 252 (grifo nosso))

Fonte: NEW ADVENT

Observe que acabo de citar a mesma New Advent citada pelos Lucas e que estranhamente está com a numeração de Scarff, mas confirma o que citamos apesar do seu inglês grotesco e numeração diferente.

Para a desgraça do Lucas que se faz de cego, o texto da New Advent está dizendo que os cismáticos e blasfemos se atrevem a escrever e navegar “para a cátedra de Pedro e à Igreja principal, em que a unidade sacerdotal tem a sua fonte; eles nem pensaram que estes são romanos, cuja fé foi elogiada na pregação pelo Apóstolo, e entre os quais não é possível a perfídia de ter entrada.” Embora a péssima tradução inglesa protestante omita que São Cipriano refira-se à Igreja de Roma, o contexto não deixa dúvidas. E ao contrário do que afirmava o Lucas, nada há aí contra os católicos.

A New Advent não é uma instituição católica como o Lucas quer pregar, é apenas um site editado pelo leigo católico Kevin Knight  e composto pela digitação de voluntários espalhados pelo mundo. Certamente alguém resolveu postar ali o texto protestante que acabou confundindo o Lucas, que deduziu que por o mesmo estar também no site protestante “ccel”, era o texto “verdadeiro”.

O desinformado Lucas duvida que os protestantes possam adulterar textos católicos. Faz isso porque desconhece as famosas adulterações protestantes desde as Escrituras Sagradas até escritos como a dedicatória do livro de Copérnico ao Papa Paulo III, o Juramentos dos jesuítas, bulas papais e tantos outros tão bem documentados, confira:


Cai a farsa!

 Detonando sofisma 2:


Dizia o aleivoso Lucas:

“O desacordo de Cipriano com Estêvão era porque pensava estar Estêvão errado...”

Pera aí. Um minutinho: não era Cipriano quem havia afirmado que “os romanos NÃO PODEM ERRAR na fé”? Ora, se ele cria que os romanos não podem errar, então como é que o próprio Fakenando afirmou em seu texto que Cipriano pensava que Estêvão (o bispo de Roma) estava ERRADO?! Há algo de errado nas afirmações deste indivíduo. Uma hora ele diz que Cipriano achava que os romanos não podiam errar, já em outro momento ele declara que Cipriano achava que o bispo de Roma estava errado.”

Resposta: erradas estão as afirmações do Lucas. O malandro está atribuindo a mim as palavras do grande estudioso Maurice Bévenot (1897-1980) que dizia sem a tesoura do Lucas: “O desacordo de Cipriano com Estêvão era porque pensava estar Estevão errado...” não porque ele estaria reivindicando uma autoridade sobre os outros bispos que não pertencem a ele (disto Cipriano não se queixa), mas porque ele está reconhecendo o batismo dos hereges.”  Bévenot viu o problema como teológico e não canônico. Isto nada tem a ver com infalibilidade como gostaria o Lucas. De fato o erro não era do romano Estêvão mas momentâneo do africano Cipriano. A diretriz de Estêvão vigora antes e depois de Cipriano e ponto final. O impasse são tardou a se normalizar, pois ambos morreram mártires sob o imperador Valeriano,  Estêvão em 257 e Cipriano em 258. O sucessor de Estêvão, o Papa Sixto II, aparece em comunhão com os bispos do Norte da África, o que significa que atenderam às disposições da Santa Sé.

Cai a farsa!

Detonando sofisma 3:


Não adianta o malabarista Lucas dizer que o apostolo Paulo elogiou também os tessalonicenses, pois Paulo fez isso a todas as comunidades. Mas somente aos romanos foi dito que “em todo o mundo é anunciada a vossa fé” (Rm 1, 8). Não adianta o esperneante Lucas estrebuchar, pois somente aos romanos o apóstolo Paulo disse: “O Deus da paz em breve não tardará a esmagar Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja convosco!” (Rm 16,20). Cuidado com os pés dos romanos, Lucas. Não adianta o Lucas morder a nuca pois a carta aos romanos é a primeira e a mais longa das Epístolas Paulinas já escrita a uma comunidade que São Paulo não fundou, e é considerada a epístola com o mais importante legado teológico.

A fé dos tessalonicenses é a mesma dos romanos, e a fé dos romanos é a fé encontrada em todo o mundo, inclusive hoje é quatro vezes maior que a mais numerosa das denominações protestantes, em pleno Estados Unidos (exatamente 4,24, i. é, 68,53 milhões/16,16 milhões = 4,24), maior país protestante:


Nos EUA, a fé dos romanos acaba de comprar a Catedral de Cristal protestante, protestantismo este que definha velozmente. Confira:


E pensar que dizia o Lucas: “Paulo diz aos tessalonicenses exatamente o mesmo que ele disse aos romanos: que a fé deles está sendo anunciada em todos os lugares.”

Corrigindo o Lucas: Paulo escreveu só aos romanos: “em todo o mundo é anunciada a vossa fé”(Rm 1, 8). Isso quer dizer, em todo o planeta.

Aos tessalonicenses Paulo escreveu, como confessa o Lucas: “De maneira que fostes exemplo para todos os fiéis na macedônia e Acaia. Porque por vós soou a palavra do Senhor, não somente na macedônia e Acaia, mas também em todos os lugares a vossa fé para com Deus se espalhou,”

O trecho acima apenas afirma que os tessalonicenses foram exemplo na macedônia e Acaia, e que sua fé em Deus, se espalhou em todos os lugares. A tentativa ridícula do Lucas em querer comparar a fé local dos tessalonicenses, com a fé mundial dos romanos é pura ignorância. Vejam vocês que até aula de português temos que dar ao juvenil “teólogo” protestante:

Lugar ou local, de forma geral, é uma porção do espaço qualquer ou um ponto imaginário numa coordenada espacial percebida e definida pelo homem através de seus sentidos.

WIKIPÉDIA - LUGAR, OU LOCAL

Citando (Romanos 11,17-22), dizia o malandro Lucas: “Aqui vemos que Paulo, escrevendo à comunidade de Roma, deixava suficientemente claro que não eram eles quem sustentava a raiz, mas a raiz a eles. Por isso mesmo, eles deveriam temer, pois o Deus que não poupou os “ramos naturais” (israelitas) também não iria poupá-los! Dito em termos simples, a relação de Deus para com Israel, que constantemente envolvia desvios morais e doutrinários da igreja da antiga aliança, não é diferente da relação de Deus com a igreja sob a nova aliança. Se eles não permanecessem na verdade de Deus, simplesmente seriam cortados, assim como foi com os israelitas que apostataram.”

Ele ignora que os romanos nunca apostataram e o Deus da paz não tardou a esmagar Satanás debaixo dos pés dos romanos, como prometera o mesmo apóstolo Paulo. (Rm 16,20). Nem o sanguinário Império romano resistiu, e há mais de dois mil anos a Igreja Católica Apostólica Romana figura triunfante com sua sede cravada no coração dos seus algozes.

Os versículos citados pelo pescador Lucas Banzoli, que fala do enxerto da oliveira selvagem em Romanos 11,17-22, nada tem a ver com os romanos, é um simples pregação de Paulo, assim como ele também fez outras aos tessalonicenses, omitidas pelo Lucas. Veja:

“Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição; que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra; não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus. Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vô-lo dissemos e testificamos. Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação. Portanto, quem despreza isto não despreza ao homem, mas sim a Deus, que nos deu também o seu Espírito Santo.”  (1 Tessalonicenses 4,3-8)

Ao contrário do que tentou passar o Lucas, isto não é uma repreensão aos tessalonicenses assim como a citada por ele não é uma repreensão aos romanos.

Sofismava o Lucas dizendo: “Paulo disse que os tessalonicenses eram a sua glória, a sua alegria e a sua coroa! Isso ele não disse nunca para os romanos! Se os romanistas fazem a maior festa e o maior barulho com a simples passagem de Romanos 1:8, imagine só se Paulo tivesse dito a eles que os romanos eram a sua alegria, glória e coroa! Eles iriam enfartar! O fato é que apenas bobocas fazem uso de Romanos 1:8 como um argumento sério para provar seja lá que tese católica que seja.”

Resposta: Paulo disse que os tessalonicenses eram “sua glória, a sua alegria e a sua coroa” porque foi o próprio Paulo que fundou e assistiu aquela comunidade. Em outras palavras, ele quis dizer que esse foi seu maior trabalho. Paulo disse mais que isso aos romanos, que foram doutrinados primeiro por Pedro, disse Paulo sem as omissões do Lucas Banzoli e conforme está na própria bíblia protestante do Lucas: “A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados Santos: Graças a paz de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Primeiramente, dou graças a Deus por Jesus Cristo, acerca de vós todos, porque em todo o mundo é anunciada a vossa fé”. (Rm 1, 7-8).

Cai a farsa!

Detonando sofisma 4:

O malandro Lucas adulterou a carta de Santo Inácio aos romanos e postou o seguinte texto para fazer parecer que a Igreja de Roma presidia só a região dos romanos:

“Inácio, também chamado Teóforo, à Igreja que recebeu a misericórdia, por meio da magnificência do Pai Altíssimo e de Jesus Cristo, seu Filho único; à Igreja amada e iluminada pela bondade daquele que quis todas as coisas que existem, segundo fé e amor dela por Jesus Cristo, nosso Deus; à Igreja que preside na região dos romanos, digna de Deus, digna de honra, digna de ser chamada feliz, digna de louvor, digna de sucesso, digna de pureza, que preside no amor, que porta a lei de Cristo, que porta o nome do Pai; eu a saúdo em nome de Jesus Cristo, o Filho do Pai” (Inácio aos Romanos, Saudações)”

Pois bem o texto original diz:

“Inácio, também chamado Teóforo, à Igreja que recebeu misericórdia pela grandeza do Pai altíssimo e de Jesus Cristo Seu Filho único, Igreja amada e iluminada pela vontade d’Aquele que escolheu todos os seres, isto é, segundo a fé e a caridade de Jesus Cristo nosso Deus, ela que TAMBÉM preside na região da terra dos romanos, digna de Deus, digna de honra, digna de ser chamada bem-aventurada, digna de louvor, digna de êxito, digna de pureza, e que preside à caridade na observância da lei de Cristo e que leva o nome do Pai. Saúdo-a também em nome de Jesus Cristo, filho do Pai. Aos que aderem a todos os seus mandamentos segundo a carne e o espírito, inabalavelmente cumulados e confirmados pela graça de Deus, purificados de todo colorido estranho, desejo todo o bem e irrepreensível alegria em Cristo Jesus nosso Deus.” (ESPELHO DA JUSTIÇA)

Para dar sustentação a essa farsa o herege também adulterou um trecho do texto do Concílio de Nicéia para esta forma:

“O bispo de Alexandria terá jurisdição sobre o Egito, Líbia e Pentápolis; assim como o bispo romano sobre o que está sujeito a Roma. Assim, também, o bispo de Antioquia e os outros, sobre o que está sob sua jurisdição. Se alguém foi feito bispo contrariamente ao juízo do Metropolita, não se torne bispo. No caso de ser de acordo com os cânones e com o sufrágio da maioria, se três são contra, a objeção deles não terá força” (Concílio de Nicéia, Cânon VI)

O texto original diz exatamente ao contrário:

Que o antigo costume no Egito, Líbia e Pentapolis prevaleça, que o Bispo de Alexandria têm jurisdição em todos estes, uma vez que o mesmo é habitual para o Bispo de Roma também. Da mesma forma em Antioquia e as outras províncias, deixe as Igrejas mantêm seus privilégios. E isso é seja universalmente entendido, que se alguém for feito bispo sem o consentimento do Metropolita, o grande Sínodo declara que tal homem não deve ser um bispo. Se, no entanto, dois ou três bispos pelo amor natural de contradição, oporem-se ao sufrágio comum do resto, sendo razoável e de acordo com a lei eclesiástica, em seguida, deixai a escolha da maioria prevalecer.” (Concílio de Nicéia - Cânon VI)

Como vemos, o herege falsificou a frase do concílio que dizia justamente que o Bispo de Alexandria tinha jurisdição sobre o Egito, Líbia e Pentapolis e também como era de costume o Bispo de Roma também ter, ou seja apesar de o bispo de Alexandria ter jurisdição sobre essas regiões o bispo de Roma também tinha por ser o bispo Primaz.

Para provar que o herege adora falsificação vamos comparar justamente com um site protestante em inglês que tem a famosa tradução NPNF de autoria de Philip Schaff:

Let the ancient customs in Egypt, Libya and Pentapolis prevail, that the Bishop of Alexandria have jurisdiction in all these, since the like is customary for the Bishop of Rome also.  Likewise in Antioch and the other provinces, let the Churches retain their privileges.  And this is to be universally understood, that if any one be made bishop without the consent of the Metropolitan, the great Synod has declared that such a man ought not to be a bishop.  If, however, two or three bishops shall from natural love of contradiction, oppose the common suffrage of the rest, it being reasonable and in accordance with the ecclesiastical law, then let the choice of the majority prevail.” (Cânon VI  - CCEL)

O texto diz “since the like is customary for the Bishop of Rome also” tradução: “uma vez  que o mesmo é de costume para o bispo de Roma também”, ou seja diz justamente que o bispo de Roma tem autoridade sobre os territórios que o Patriarca de Alexandria tinha.
Fonte: http://www.apologistascatolicos.com.br/index.php/patristica/controversias/576-sao-cipriano-a-catedra-de-pedro-e-a-ilusao-protestante

Cai a farsa!

   
Detonando sofisma 5:

A falácia do Lucas sobre as supostas frases do Papa São Gregório Magno “rejeitando” o título de “Papa universal” é uma caduca distorção dos inimigos da Igreja, já devidamente refutada. Se o Lucas insiste nesta farsa, é porque não é inteligente o bastante.
O termo “Papa universal” colocado sorrateiramente nas palavras de São Gregório é uma adulteração protestante feita para enganar pessoas incautas como o Lucas, que preso a bola de neve do Diabo, o pai da mentira, vai tentando enganar a outros.

Observe que ele ignorando o contexto dos fatos, coloca as supostas frases em completa desordem e se afoga em hilários detalhes explicativos do que ele desconhece redondamente.

São Gregório não está condenando o uso do termo “Papa universal”, mas de “Bispo universal” que assim auto denominou-se um vaidoso bispo João contra a vontade do Papa. Nas cartas de São Gregório, cirurgicamente omitidas pelos malandros que enganaram o menino Lucas, está a menção ao bispo João a que São Gregório se refere:

 “Pois se um só, como ele supõe, é o bispo universal, isso implica que vocês não são bispos.”{Epístola LXVIII}

Adiante, exatamente na mesma correspondência na qual ele condena o termo no sentido acima, São Gregório claramente destaca a autoridade e supremacia universais do bispo de Roma:

“Agora já há oito anos, no tempo de meu predecessor de santa memória, Pelágio, nosso irmão e companheiro, o bispo João, na cidade de Constantinopla, (...) convocou um sínodo no qual tentou se proclamar Bispo Universal. Assim que meu predecessor soube, enviou cartas anulando pela autoridade do Santo Apóstolo Pedro os atos do referido sínodo; cartas as quais eu cuidei e mandei cópias para Sua Santidade.” {Epístola XLIII, grifos adicionados}

“Para todos os que conhecem o Evangelho, está claro que pelas palavras de Nosso Senhor o dever de cuidar de toda a Igreja foi confiado ao Bendito Pedro, o Príncipe dos Apóstolos (...) Ora, ele recebeu as chaves do reino dos céus, o poder de ligar e desligar foi dado a ele e o governo e principado de toda a igreja foram confiados a ele (...) Ainda assim ele não era o Apóstolo universal. Mas (...) João se proclamaria Bispo universal (...) [Os papas nunca assumiram esse título, apesar de lhes ter sido dado], por temerem que todos os Bispos fossem privados de sua própria parcela de honra no momento em que alguma honra especial fosse dada a um só.” {Epístolas 5, 37; ao Imperador Maurício. Grifos adicionados}

Confira todo contexto aqui: http://www.veritatis.com.br/apologetica/igreja-papado/560-papa-gregorio-magno-e-o-papado-universal

Hilário é ver o Lucas crendo nuns trechos e outros não das palavras de São Gregório. Para este por exemplo, que está na última sua frase citada, o malandro Lucas cega:

Para todos os que conhecem o Evangelho, está claro que pelas palavras de Nosso Senhor o dever de cuidar de toda a Igreja foi confiado ao Bendito Pedro, o Príncipe dos Apóstolos (...) Ora, ele recebeu as chaves do reino dos céus, o poder de ligar e desligar foi dado a ele e o governo e principado de toda a igreja foram confiados a ele (...)"

Cai a farsa!

As demais lorotas sobre São Cipriano e São Pedro que ele copiou e colou de sites protestantes já citados,  estão detonadas no link abaixo, pelo Rafael Rodrigues, a quem o Lucas andou também atacando. É bom o pequeno grande mentiroso Lucas ir se acostumando que a cada novo festival de lorotas que ele publicar o tempo de farra vai ser cada vez menor.

São Cipriano, a cátedra de Pedro e a Ilusão protestante

Está provado que o pai da mentira faz deste garoto seu instrumento de engano. Fácil é vê-lo defendendo a mentira com toda sorte de sofisma e desonestidade sobre o que desconhece.

Depois dessa nossa refutação e revelação de quem é Lucas Banzoli, nunca mais ele será o mesmo, e só nos resta dizer-lhe recorrendo as Escrituras:
“Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira”. (Jo 8,44).

Que ele se converta enquanto pode.

Por Fernando Nascimento e Rafael Rodrigues

QUARTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2013


“Atenção: um novo papa vem aí!” Refutado

Por Fernando Nascimento

O contumaz vilipendiador da Igreja, Lucas Banzoli, se atreveu a jogar suas fichas sobre a escolha do novo Papa e caiu da bicicleta. Em meio a isso ele desfilou sua ignorância sobre a história da Igreja e meteu o pé na jaca como de costume. Suas acusações estão em vermelho e a seguir nossa refutação.
   
Dizia o ignorante Lucas:

“O [ex] papa Bento XVI deixou de ser infalível em 28 de Fevereiro de 2013 para se tornar um homem mortal.”

Taí, eu não sabia que infalibilidade era sinônimo de imortalidade. Olha só o nível intelectual do juvenil “teólogo” protestante que estamos refutando.

“1º Porque absolutamente nunca um papa negro assumiu a “Cátedra de São Pedro”? Se é realmente o Espírito Santo quem dirige a Igreja Romana na escolha de um novo papa, porque nunca o Espírito Santo encontrou sequer um único bispo negro que fosse suficientemente capaz de assumir o “trono de Pedro”? Isso não pode ser mera fatalidade ou acaso: foram, pelas contas católicas, 265 papas que já reinaram em Roma, e nenhum (repito: nenhum!) sequer que fosse negro? Por que o Espírito Santo escolheu 265 papas brancos, mas nem um único negro, se a Bíblia diz que Ele não faz acepção de pessoas (Rm.2:11; At.10:34; Cl.3:25; Ef.6:9; 1Pe.1:17)? Será que não houve em toda a história da era Cristã um único negro que fosse apto para assumir a liderança da Igreja Romana, mas em contrapartida houve 265 brancos capazes?”

Eu não sabia que já havia terminado “toda a história da era Cristã”. O ódio do sujeito é tanto que ele escreveu um monte de asneira e esqueceu deste detalhe.

O Espírito Santo atuante na Igreja Católica, ao contrário do protestantismo que via os negros como“uma raça cuja inteligência média beira a estupidez”(1), e os marcava a ferro quente como gado(2), de fato não faz acepção de pessoas as vendo como “brancos capazes” e “negros incapazes” como o protestante Lucas Banzoli vê.

Saiba o Lucas que desde os primórdios do Cristianismo a Igreja Católica vê os negros sem qualquer distinção dos brancos. São Maurício foi o primeiro santo negro do catolicismo. O nome Maurício quer dizer "mouro negro" em grego. São Maurício é um dos santos mais populares da Europa ocidental. Há mais de 650 lugares sagrados que levam seu nome na França. Mais de setenta cidades levam o nome dele. Na Idade Média São Maurício foi o santo protetor de várias dinastias da Europa e depois dos santos imperadores romanos, muitos dos quais foram ungidos diante do altar de São Maurício na Basílica de São Pedro, em Roma.

O rei Sigismundo da Borgonha doou a terra para um monastério em honra dele, em 515.
Henrique I da Germânia (919-936) cedeu a província suíça de Aargau em troca da Lança do Santo; e a relíquia sagrada, a espada de São Maurício, foi usada pela última vez na coroação do Imperador Carlos da Áustria como rei da Hungria, em 1916. Isso acaba com as pretensões preconceituosas do juvenil articulista protestante.

Todos os cardeais brancos e negros que participam dos conclaves, participam porque são igualmente capazes de assumir a cátedra de Pedro, é eleito aquele que tem dois terços dos votos. Se ainda não foi eleito um africano de cor negra, outros dois de cor clara já o foram. A Igreja é uma instituição divina já duas vezes milenar e não se resume ao flash de vida de Lucas Banzoli que mesmo assim, ainda vivo, poderá ver um Papa africano negro na cátedra de Pedro, assim como pensou ele que não veria um das Américas.

Observe que entre as asneiras que escreveu o Lucas, ele dizia: “nunca, em toda a história, houve um papa das Américas! Ora, a Bíblia nos diz claramente que Deus “de todas as nações aceita todo aquele que o teme e faz o que é justo” (At.10:35).”

Eu não sabia que já havia terminado “toda história” da Igreja Católica. O Lucas foi dormir e acordou com Deus fazendo justiça e nos dando o Papa Francisco das Américas para queimar sua língua de serpente.

Ele parece que não leu o recado de Deus: “O Senhor Deus diz: ‘Os meus pensamentos não são como os seus pensamentos, e eu não ajo como vocês. Assim como o céu está muito acima da terra, assim os meus pensamentos e as minhas ações estão muito acima dos seus. A chuva e a neve caem do céu e não voltam até que tenham regado a terra, fazendo as plantas brotarem, crescerem e produzirem sementes para serem plantadas e darem alimento para as pessoas. Assim também a ordem que eu dou não volta sem ter feito o que eu quero; ela cumpre tudo o que eu mando’.” (Is.55,8-11) Conforme bíblia protestante do Banzoli.

Explicando a disparidade educacional entre negros e brancos na história do mundo

Infelizmente a quase totalidade dos países de etnia negra vivia sobre desumanos clãs pagãos que resistiam aos ensinamentos cristãos, e depois para piorar, foram colonizados a força por protestantes que lhes negavam a educação, a salvação e os via como raça inferior usada para o tráfico escravo. Isso prejudicou em muito a evolução intelectual deste povo.

Para ver todo o desrespeito empregado pelos protestantes ao Povo Negro, e convocação feita pelo Sr. Hernani Francisco da Silva, Presidente da Sociedade Cultural Missões Quilombo à todas as Igrejas protestantes a pedirem perdão pelo desrespeito, preconceito, escárnio e tráfico deste povo, acesse:

Mesmo assim a Igreja Católica muito antes da fundação do protestantismo já havia educado, evangelizado e elevado aos altares muitos santos negros que são exemplos para o mundo, como: S. Maurício, Sta. Mônica, Sta. Efigênia, S. Antônio de Cartageró, S. Elesbão, S. Benedito, S. Serapião, S. Fulgêncio, Sta. Perpétua e Sta. Felicidade, S. Adriano, S. Moses, S. Menas do Egito, S. Atanásio, S. Marcelino de Cartago, S. Nicolau, Sta. Bakita, S. Frumencio, S. Pacômio, S. Eugenio de Cartago, S. Antão, S. Cipriano, S. Martinho de Lima ("mestiço"), S. Pedro Claver, Sta. Sara Kali, Sta. Maria-Clémentine Blessed Anuarite Nengapeta, S. Timóteo, Sta. Maura, S. Daudi Okelo, S. Jildo Irwa, S. Metódio Domenico Trcka.

Eles não foram eleitos Papas, mas ganharam a dádiva maior de serem beatificados, canonizados e elevados aos altares, coisa que nem todo Papa alcançou.

“A equipe de futebol do Zenit (um time da primeira divisão do futebol russo) recentemente foi massacrada pela mídia por causa da declaração polêmica de um de seus diretores, que afirmou que o fato de a equipe nunca ter tido negros em seu elenco é “uma tradição do clube”. Isso, dito por uma instituição falível e totalmente humana, foi tido como racista, nojenta e totalmente intolerável – como é, de fato. Mas quando uma instituição que se diz divina, santa e infalível se utiliza dos mesmos critérios da tradição para nunca ter tido um papa negro e de rarissimamente ter tido um papa não-europeu, parece que os próprios católicos cegam seus próprios olhos para não perceberem a realidade preconceituosa e puramente política que move essa instituição religiosa há tantos séculos.”

Que o colérico e preconceituoso Lucas não confunda mais a Igreja Católica fundada por Cristo com o preconceituoso time de futebol Russo, que nem negro tem no banco de reservas, já que os negros no banco de reserva da Igreja só crescem em comunhão com todos de outras raças. Até já citamos a vasta hagiografia dos santos negros elevados aos altares católicos, coisa que nem todo Papa alcançou. Corrijo ainda o mentiroso Lucas, até agora houveram 11 Papas não europeus, inclusive de continentes diferentes.

E para calá-lo de vez, em rápida entrevista na saída da décima e última congregação geral (reunião pré-conclave), o cardeal sul-africano, Wilfrid Napier deu a entender que ainda é cedo para a escolha de um papa africano, apesar do ganês Peter Turkson constar entre os favoritos. “Seria bom, mas não sei se chegou a hora.” (Press).

Como se vê, ao contrário do pensa o Lucas, não há essa pretensão doentia dos cardeais africanos em querer ser Papa. Mesmo a sensacionalista imprensa que citou o ganês Peter Turkson como entre os “favoritos”, só provou que estava blefando, pois nada sabia do que acontece no conclave.

Nos conclaves para escolha do papa, sob a luz do Espírito Santo sempre estão presentes os cardeais de todas as raças que votam sem qualquer acepção de pessoa ou raça, por isso já foram eleitos nos conclaves da Igreja, desde que Cristo elegeu o Galileu Pedro, Papas italianos, gregos, sírios, africanos, croatas, espanhóis, franceses, inglês, português, polonês, alemães e argentino. Ou seja, foram eleitos Papas já de quatro continentes, faltando apenas da Oceania e da Antártica que são os continentes descobertos ou confirmados mais recentemente. Não se assustem se o colérico Lucas passar a atacar a Igreja porque não teve ainda um Papa esquimó.

“(...) alguns blogueiros católicos (daqueles já conhecidos por serem os mais sem crédito, desprestigiosos e sem moral que existem), criaram (isso mesmo: criaram!) um “papa negro” que teria assumido o trono de Roma há alguns séculos. Na verdade, o que eles fizeram foi pegar um papa que realmente existiu (mais um daqueles produzidos em série pelo poder político – branquinho, europeu e homem) e inventaram que ele era negro, e não branco. Literalmente “pintaram” ele. Quem inventou este embuste foi (como já era de se esperar) o mesmo Fakenando Nascimento (...)”

Sobre esta pilhéria do sem crédito, desprestigioso e sem moral Lucas, digo o seguinte: do mesmo modo que há africanos de pele branca, como os papas São Vitor e São Melquíades, há italianos de pele escura como era o Papa Pio IX. O que o Lucas crente que está abafando mostra como sendo o Papa Pio IX de pele branca, são pinturas, gravuras irreais. O Papa Pio IX tinha pele escura como vemos nessa foto real seguida de uma gravura fiel.


O Papa Pio IX faleceu em 1878, a primeira fotografia colorida só foi feita depois, em 1891 logo as “fotos coloridas" do Lucas são uma farsa. Há fotos preto e branco que mostram o Papa de pele clara, mas é só excesso da luz do flash.

Quando Lucas malandramente cita nossa antiga fonte, que era a Wikipédia, e lá não está mais a foto do Papa com a pele escura que falamos, é porque mais recentemente, alguém pouco informado a trocou pela gravura irreal que enganou o Lucas. Infelizmente a Wikipédia é editável e pessoas de má fé às vezes lá adulteram fatos históricos.

Jimmy Wales, fundador da Wikipedia, afirmou que sua invenção pode prejudicar estudantes universitários. Isso porque, segundo diversos e-mails recebidos pelo executivo, os alunos usam informações do site --muitas vezes erradas-- para fazer seus trabalhos. (Esse foi o caso do desatento estudante Lucas.)
Essa informação você lê aqui:

Aproveito para dar uma aulinha ao Lucas que pensa que todo europeu é branco: A raça europóide divide-se em duas raças: meridional ou indo-mediterrânea e a setentrional ou atlanto-báltica. A raça meridional é de pele, cabelos e olhos escuros, enquanto na raça setentrional a pele, cabelos e olhos são mais claros. Na Itália predomina a raça europóide meridional.

“2º Também impressiona o tão pequeno número de papas não-europeus ao longo da história. De 265, apenas 9 deles não nasceram na Europa (10, se contássemos a lenda do papa Pedro)! (...)”

O desinformado Lucas desconhece que desde a chegada dos apóstolos Pedro e Paulo, foi a Europa que evangelizou o mundo e que antes disso, ela a partir de Roma, evangelizou os demais países europeus chegando até a África de onde elegeu dois Papas, já que a Ásia era conhecida e de lá também elegeu seis Papas. Depois disso passaram-se mais de 1400 anos até a descoberta de novos continentes, logo os continentes novos descobertos posteriormente não poderiam ter o mesmo número de Papas da Europa antiga. Ao contrário do que Lucas pensa, Jesus Cristo escolheu sim Pedro para pastorear sua Igreja, e Pedro elegeu o romano Lino para sua sucessão. Isso é fato indiscutível.

Lucas sofisma quando afirma que “apenas 1 entre 30 papas não eram europeus”, para isso ele ignora que até 1491 só haviam três continentes descobertos. Enfim, houveram 10 papas não europeus quando os continentes conhecidos eram apenas três, a América só viria a ser descoberta pelos europeus em1492, ganhando o décimo primeiro Papa não Europeu que queimou a língua do Lucas. O continente da Oceania só foi descoberto em 1770 e o continente da Antártica em 1820.
Como vemos, o alienado Lucas queria que houvesse Papas nos continentes que nem descobertos eram.

“Como se isso não bastasse, nos últimos 1300 anos não houve um único papa não-europeu. “

Pura lorota! Será que por acaso o Papa Francisco argentino é europeu???
Haja ódio e ignorância.


Conclusão:

O Lucas Banzoli é um juvenil  “invejélico” colérico que vive a usar toda sorte de sofismas para atacar a única Igreja fundada por Jesus Cristo. Nos odeia porque cortamos as asas de suas mentiras.

Nesta refutação queimamos sua língua de serpente, com a eleição do Papa Francisco argentino; o cardeal sul-africano, Wilfrid Napier sepultou a pressa do Lucas na eleição de um Papa sul africano; O ignorante Lucas não sabia que a Europa é mais antiga que os continentes que ela descobriu posteriormente, e acima de tudo, desconhecia que foi a sua religião protestante que escravizou e negou o conhecimento ao povo negro, atrasando sua civilização.

Cai a farsa!


_________________
Notas:

(1) O Baptist Record, uma publicação protestante do Estado do Mississippi, publicou um artigo que defendia a ideia de que Deus queria os brancos governando sobre os negros porque ‘uma raça cuja inteligência média beira a estupidez’ está obviamente ‘privada de qualquer bênção divina’. Se alguém questionasse essa doutrina claramente racista, os pastores saíam com o expediente infalível da miscigenação (mistura de raças), que alguns especulavam ser o pecado que havia levado Deus a destruir o mundo nos dias de Noé. A simples pergunta ‘você quer que sua filha traga para casa um namorado negro?’ silenciava todos os argumentos raciais.” (livro de Philip Yancey “Alma Sobrevivente” da Editora Mundo Cristão, pp. 25,26).


(3) - Era eu o dono do MSR, mas tendo assumido a administração do CMR (Contra as Mentiras Religiosas), outrora protestante, mas que hoje se destina a protestantes e católicos. No novo MSR apenas atuo como moderador e co-proprietário. Seu dono é o JurisCode, outro católico que faz evangélicos mentirosos ver estrelas.


   


 
.

Autor: Fernando Nascimento
Fonte: Fim da farsa
Gosta de DEBATES? Acesse no GRUPIA
Mentiras em Sites Religiosos-MSR-4
Veja também o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

.
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >